Saturday, 16 January 2010

2009/2010.

Um trabalho que não suportas. A fome de um melhor, o dobro do esforço. Um acidente de carro grave. A vida a fugir-te das mãos - o medo rebenta-te na cara em airbags e dores trepidantes pelo corpo todo. Umas férias numa praia paradisíaca, um povo feliz. Cânticos de fé, danças de amor. O Ano Novo, com todas as suas resoluções e todos os seus planos. 2010 - esperança. As três em sítios diferentes - a saudade e a solidão de mão dada na tua frente, rindo-se. Dás mais de ti. Gestos de caridade e conforto alheio ao teu - altruísmo. O homem da tua vida leva-te a jantar fora. Depois de teres ponderado a balança, medido prós e contras, vês como há velas, como há senhores com violinos. Pensas que talvez seja isto. Pensas mal. Diz-te que quer casar com a amiga de infância, com quem namora há uns meses. Pousas o guardanapo na mesa. Foges para longe dali. Nova cidade, novo desgosto. Diz que não é disto que precisa, diz que não és tu, não agora. Escreves um mail detalhado à B. Vais odiar o teu corpo nos próximos dias, fechar a mente do mundo e achar que a vida te estraga todos os planos. Até perceberes que talvez a vida não seja feita de planos, mas de perspectivas.
Um inesperado telefonema às duas da manhã. A E., na sua residência londrina. A new perspective, disse-me.

15 comments:

B. said...

We all hope for something better this year, because what went wrong the last one made us think about it. "We don't wish for the easy stuff, we wish for big things. Things that are ambitious and out of reach. And we know we may be asking for too much, but we still wish though, cause sometimes our wishes may come true" :) *

Maria Francisca said...

Se as coisas não correram bem vão melhorar agora.
Prometo, sim?

ti em mim said...

Foi por causa de blogues desses que eu criei aquele blogue. Acho muito bem que todos escrevamos, faz qualquer um sentir-se bem acima de tudo, mas, se o vamos fazer, ao menos respeitemos o instrumento mais básico da escrita, a língua!

♥ Handmade with love ♥ said...

Este post fez-me lembrar uma música do Pedro Abrunhosa :) Lindo! Convido-te a visitar o meu blog de acessórios e bijuteria.
Beijinhos.
♥Marisa♥

ti em mim said...

simplesmente fantástico :o
adorei mesmo =)

Afonso Costa said...

«Vais odiar o teu corpo nos próximos dias, fechar a mente do mundo e achar que a vida te estraga todos os planos. Até perceberes que talvez a vida não seja feita de planos, mas de perspectivas.» ;P

Acho este tipo de blogues fantásticos. Parabéns :P

R said...

e por vezes isso custa tanto !

Margarida said...

sempre sonhei com uma vida livre e pelo mundo. depois, veio alguém fez uma almondega disso, e eu a deixar andar mas a pensar que não era isso que queria. hoje, we're done. e uma vida pelo mundo, crua, é um documentário. foi uma nova perspectiva, sabes?

Rita da Maçaroca said...

Obrigadissima :D

Maria Francisca said...

Isso está mesmo mau. (sei o que é o trauma de um acidente de carro, infelizmente)
Mas não preciso de te incentivar e dizer que vai passar, tu própria sabes isso. E mostras isso na ultima frase.
Foste a Paris? :) Voltei de lá há umas 3 semanas e entranhou-se de tal maneira em mim (tudo o que faz de mim "mim") que ando a pedir aos meus pais para voltar lá.

Poppins said...

Vai tudo ficar bem. Afinal, a vida é feita de perspectivas, right? *

Poppins said...

Volta aqui, escreve. :)

Poppins said...

O problema é que nem sempre conseguimos evitar picar-nos. *

samecookiesdifferent said...

amazing blog... everything leaves a mark is so right...
xx the cookies
share the feeling
visit <3
samecookiesdifferent.blogspot.com

anareis said...

Querida(o) amiga(o). Estou fazendo uma Campanha de doações pra ajudar os jovens rapazes que estão internados no Centro de Recuperação de Dependentes Químicos onde meu filho está interno também.Lá tem jovens que chegam só com a roupa do corpo,abandonados pela família. Eles precisam de tudo:roupas masculinas,calçados,sabonetes,toalhas,pasta de dentes,escovas de dentes,de um freezer, Roupas de cama,alimentos. O centro de recuperação sobrevive de doações,são mais de 300 homens internos.Eles merecem uma chance. Quem puder me ajudar pode doar qualquer quantia no Banco do Brasil agência 1257-2 Conta 32882-0

Post a Comment